top of page
  • Foto do escritorNative English Marketing

Diferenças culturais: como ensinar aos alunos a valorizá-las?


Mais do que respeito, é fundamental ensinar aos alunos o valor das diferenças culturais.


Afinal, nós vivemos em um mundo totalmente globalizado e que demanda o contato com pessoas que têm os mais diversos hábitos, costumes e crenças. Mas como transmitir este valor para os alunos? Como as diferenças culturais podem enriquecer a convivência entre pessoas diferentes? A Native English reflete sobre estas questões.

A representação de um povo é construída a partir de um conjunto de elementos, que inclui idioma, religião, tradições, costumes, folclore, entre outros. Além disso, há os símbolos que cada um dos povos ao redor do mundo adota, como músicas, culinária, lendas, danças e obras de arte. Tudo isso faz parte da identidade de um povo. Com a globalização, pessoas de todos os lugares do mundo passaram a se conectar. Hoje, existe um contato entre pessoas de todo o planeta, algo que gerou também desafios quando o assunto é o respeito às diferenças culturais.

Infelizmente, há ainda muitas pessoas que discriminam outras por causa de diferenças culturais. Por isso, mais do que combater o preconceito e ensinar os mais jovens a respeitar quem tem uma cultura diferente, é essencial ensiná-los o valor da diversidade cultural. E como isso pode ser feito na prática?


Explorar a literatura é um ótimo caminho! Além de incentivar a leitura, tanto os pais como a escola podem estimular as crianças e jovens a lerem histórias que contam a história de personagens que possuem uma cultura completamente diferente. Assim, eles entram em contato com uma outra cultura de forma mais lúdica.

O respeito às diferenças culturais também deve fazer parte daquelas atividades que ensinam valores aos alunos. A valorização da diversidade deve ser um pilar da metodologia de ensino. É crucial trabalhar desde cedo temas como aceitação e empatia.


Filmes e séries também são ótimos aliados. Este tipo de entretenimento pode ajudar muito os pais e professores a falar sobre as diferenças culturais, gerar identificação por meio da história mostrada e ainda abordar outros temas transversais relevantes.


A tecnologia também é um excelente recurso para ajudar os jovens a valorizarem as diferenças culturais. Isso porque por meio de dispositivos digitais e redes sociais conseguimos nos comunicar com pessoas de todo o mundo.


Como as diferenças culturais enriquecem a convivência entre pessoas diferentes?


Ao aprender a conviver e valorizar as diferenças culturais desde cedo, as crianças se tornam adultos tolerantes, solidários, que conseguem conviver com pessoas que têm diferentes experiências de vida e se transformam em indivíduos mais empáticos. Além disso, a convivência entre pessoas diferentes impacta positivamente na inteligência emocional e na criatividade dos indivíduos. Quem valoriza as diferenças culturais consegue se adaptar com mais facilidade a cenários e situações mais diversas. Estes indivíduos também são mais criativos porque têm acesso a uma imensa gama de referências que são provenientes de outras culturas.


Viu como trabalhar a valorização das diferenças culturais traz uma série de benefícios que contribuem para a formação de cidadãos mais conscientes? Então, nada melhor do que colocar em prática a ação mais eficiente para isso, que é o aprendizado de idiomas. Com o método da Native English o aluno aprende inglês e faz uma verdadeira imersão na cultura de outro país! Conheça já o nosso método! Nós oferecemos uma apresentação para sua instituição de ensino e tiramos todas as dúvidas! Fale conosco.


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page